Veiculo

Versão GT Line está de volta ao Sandero com motor 1.0 e 1.6

Com apelo esportivo, ponto positivo são os adereços do hatch que vai de R$ 57 a R$ 73 mil 

GT Line está de volta ao portfólio do Sandero tanto com motor 1.0 quanto 1.6 com câmbio CVT / Foto: Renault Divulgação GT Line está de volta ao portfólio do Sandero tanto com motor 1.0 quanto 1.6 com câmbio CVT / Foto: Renault Divulgação

Com o relançamento do Sandero em 2019, faltava oferecer ao consumidor a versão com apelo esportivo que já existia na geração anterior. Assim, a Renault acaba de anunciar o retorno da série GT Line ao portfólio do hatch compacto. 

O pacote visual GT Line é baseado na versão intermediária Zen e composto por um aerofólio traseiro, aplique no para-choque traseiro, retrovisores na cor cinza, faróis de neblina e máscara negra nas lanternas. 

Internamente há volante em couro e bancos exclusivos, da versão com nova padronagem de tecido e bordado com a identidade visual da Renault Sport nos apoios de cabeça. Os bancos exclusivos são opcionais na versão 1.0 SCe. O painel de instrumento e as saídas de ar trazem detalhes na cor azul que dão novo tom ao conjunto.

Duas opções

O Sandero GT Line 1.0 traz todos os equipamentos da versão Zen como sistema multimídia com Android Auto e Apple Carplay, quatro airbags, ar-condicionado, direção eletro-hidráulica, vidros elétricos dianteiros e travas elétricas, adicionando vidros elétricos traseiros e rodas de liga leve 15” – com opção de rodas de liga leve 16”. O motor é o mesmo 1.0 SCe de 82 cv a 6.300 rpm e 10,5 kgfm a 3.500 rpm ao preço de R$ 57.390. As rodas de liga leve de 16” e bancos exclusivos são opcionais por mais R$ 900. 

O Sandero GT Line 1.6 CVT X-Tronic também baseado na Zen adiciona vidros elétricos traseiros, retrovisores elétricos e novas rodas de liga leve 16”. O motor é o 1.6 SCe de 118 cv a 5.500 rpm e 16 kgfm a 4.000 rpm acoplado ao câmbio CVT. O preço da versão GT Line 1.6 é R$ 73.290.

Comentários