Risco

TikTok recolheu dados privados dos utilizadores, diz investigação

A empresa afirma que a atual versão da app corrigiu esta prática.

© DR © DR

Uma investigação feita pelo The Wall Street Journal revela que, até ao final do ano passado, a app do TikTok contornou proteções do Android para alegadamente conseguir seguir os utilizadores pelos respectivos endereços MAC.

Esta informação é usada para identificar um dispositivo específico numa rede, o que pode ser usado para ligar alguém a um hardware específico. A situação coloca preocupações no que diz respeito à proteção de privacidade mas, em sua defesa, o TikTok emitiu um comunicado a referir que “a atual versão [da app] não recolhe endereços MAC”.

O TikTok foi considerado um risco para a segurança e privacidade dos utilizadores pela administração Trump, que bloqueou através de uma ordem executiva a capacidade de negociar com empresas norte-americanas. A detentora da app, a ByteDance, tem agora até ao dia 15 de setembro para finalizar uma aquisição.

Comentários