Saúde

Músico de 59 anos morre vítima do coronavírus em Chapadão do Sul

Paciente ficou 4 dias internado

Paulo era conhecido e querido na cidade. Imagem: Divulgação Paulo era conhecido e querido na cidade. Imagem: Divulgação

Músico, conhecido e querido em Chapadão do Sul, a 330 quilômetros de Campo Grande, Paulo Rodrigues da Rosa morreu aos 59 anos, vítima do novo coronavírus. Paulo Missioneiro, como era conhecido na cidade, tinha como comorbidades, como hipertensão arterial e obesidade grau III.

De acordo com o boletim da prefeitura, ele apresentou os sintomas da doença no dia 7 de setembro e, no dia 10 foi internado. Ficou em leito clínico até esta segunda-feira (14), quando então, com a piora do quadro clínico, foi transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Paulo não resistiu e morreu.

“O paciente era músico e bastante conhecido na cidade de Chapadão do Sul. Neste momento de dor nos solidarizamos com os familiares e amigos e expressamos as mais sinceras condolências”, disse à prefeitura em nota.

Conforme boletim divulgado nesta segunda-feira, Chapadão do Sul tem 659 casos confirmados da doença. Destes, 579 já estão curados, 71 encontram-se em tratamento e 10 morreram. Outras 59 pessoas aguardam resultados de exames do Lacen/MS (Laboratório Central Mato Grosso do Sul).

Comentários