Região

Porco com tromba de elefante e um olho só nasce em Votuporanga

Segundo o proprietário, Clóvis Jesus, esta é a segunda vez em que a porca deu cria e não houve nenhuma anomalia em nenhum dos outros leitões

Porco com tromba de elefante e um olho só nasce em Votuporanga Porco com tromba de elefante e um olho só nasce em Votuporanga

Os donos de uma propriedade rural em Votuporanga tiveram uma surpresa curiosa depois que um filhote de porco com anomalias e mutação parecida com uma ‘tromba de elefante’ nasceu na madrugada de segunda-feira (10). O animal já estaria morto durante o parto e foi encontrado no início da manhã. Além dele a porca teve oito filhotes normais.

Segundo o proprietário, Clóvis Jesus, esta é a segunda vez em que a porca deu cria e não houve nenhuma anomalia em nenhum dos outros leitões. “É uma coisa muito estranha, nunca tinha visto algo parecido. Ele nasceu com uma trombinha na ponta do nariz e um olho no meio da testa”, disse Clóvis.

Especialista

O jornal A Cidade procurou o coordenador do curso de Medicina Veterinária da Unifev, Prof. Me. Ariangelo Geraldo Nunes da Fonseca, que conta que casos como esses são muito raros. "É bem raro. Se for algo apenas estético, ele vai viver normalmente, mas se isso afeta a calota craniana o cérebro ele não vai ter uma sobrevida saudável. Ou seja, depende do que está comprometido, se é estética, pele ou crânio", disse o profissional.

No mundo

Como disse Ariangelo, o fenômeno é raro, porém casos semelhantes já foram registrados na China, Argentina e até no Brasil. Em território nacional os registros foram no Ceará, Paraíba e também em Alagoas. Em todos os casos, porém, eles tinham dois olhos e orelhas avantajadas, semelhantes a de um elefante. Todos já nasceram mortos.
Neste ano foi registrado um caso sudoeste da China, o animal nasceu de uma cria de 20 porcos que não tiveram nenhum tipo de anormalidade.

À época o caso repercutiu no mundo inteiro e o leitão foi doado para que estudos científicos pudessem esclarecer o que levou a tal tipo de mutação.

Comentários