Peixe do Vietnã ganha espaço no Brasil

Escola Técnica de Monte Aprazível (SP) desenvolve uma pesquisa pioneira para incentivar a criação do pangasius. Objetivo é expandir a pesquisa para toda a região.
29/04/2018 13:30 Região
Peixe do Vietnã ganha espaço no Brasil (Foto: Reprodução/TV TEM )
Peixe do Vietnã ganha espaço no Brasil (Foto: Reprodução/TV TEM )

Ele tem nome estranho, mas está cada vez mais presente na mesa do brasileiro. O peixe pangasius, importado do Vietnã, é conhecido por ter um preço competitivo.

Segundo a Associação Brasileira de Fomento ao Pescado (Abrapes), no ano passado, o Brasil importou quase 43 mil toneladas de pangasius, ou seja, 10 mil toneladas a mais que em 2016. A produção no país ainda é pequena, não chega a 1% do consumo.

Diante desse mercado promissor, a Escola Técnica de Monte Aprazível (SP) desenvolve uma pesquisa pioneira para incentivar a criação do peixe. O objetivo é estudar formas de garantir uma produção de baixo custo e com mais eficiência.

Os trabalhos da escola começaram em novembro. Para isso, os testes de reprodução são feitos em um laboratório. Também são realizadas pesquisas nas áreas de nutrição e engorda.

O professor e pesquisador Winebaldo de Carvalho explica que o pangasius é um peixe manso, fácil de manipular e de reproduzir.

Em um tanque de 1 mil metros quadrados, onde um piscicultor produz 15 toneladas de peixe como pacu ou tambaqui no período de um ano, é possível produzir 100 toneladas de pangasius. Isso significa maior lucratividade.

O objetivo é expandir a pesquisa para toda a região. A Etec espera fornecer alevinos de pangasius aos piscicultores por um preço menor que o praticado no mercado.

Acesse + TV TEM | Programação | Vídeos | Redes Sociais

Fonte: Nosso Campo, TV TEM / G1

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.