Curso de sangria em seringueira tem fila de espera em Buritama

21/04/2019 08:07 Região
CAPACITAÇÃO Aproximadamente 50 pessoas estão na fila de espera/ Divulgação
CAPACITAÇÃO Aproximadamente 50 pessoas estão na fila de espera/ Divulgação

Na Casa da Agricultura de Buritama (SP) há lista de espera de aproximadamente 50 pessoas interessadas em participar do curso Sangria em Seringueiras, promovido pelo SIRAN (Sindicato Rural da Alta Noroeste), em parceria com o SENAR-SP (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), com apoio da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI) e da prefeitura. Nesta semana, 16 deles passaram três dias recebendo informações teóricas e também praticando técnicas devidamente apropriadas para extrair o látex para a produção de borracha natural.

Havia homens e mulheres, produtores que já trabalham com a heveicultura e gente que nunca atuou na atividade. O público-alvo é composto exatamente por profissionais da área e pessoas com desejo de novos conhecimentos para o mercado de trabalho. O produtor rural Jairo Dias Ledesma Ruzzante, tem uma propriedade no município com 3.150 seringueiras, e fez o curso para adquirir conhecimento. “Eu tinha noção do que fazer, mas precisava ver de perto como fazer a sangria da forma correta. Isso influencia diretamente no resultado da cultura”, diz Ruzzante.

Com carga horária de 24 horas (8 horas por dia), o curso aborda teoricamente dados importantes da atividade, como os cuidados necessários com a árvore, e, na prática, detalhes que impactam a qualidade do látex. O instrutor do SENAR-SP é o engenheiro agrônomo Newton Fábio Teixeira. “Essa turma é dedicada. Todos estão demonstrando que entenderam o que passamos, e estão preparados para o mercado de trabalho”.

Fonte: Folha da Região

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.