Área Azul de Mirassol tem mudanças após ser implantada e gerar reclamações

Nesta sexta-feira (19) passaram a valer algumas mudanças importantes, como o tempo de tolerância para o motorista comprar um ticket, que aumentou.
19/07/2019 14:08 Região
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Desde que a cobrança da Área Azul começou em Mirassol (SP), no início do mês, os motoristas têm reclamado de algumas situações.

Nesta sexta-feira (19) passaram a valer algumas mudanças importantes, como o tempo de tolerância para o motorista comprar um ticket, que aumentou. Agora agentes vendem os tickets nas ruas também.

O sistema começou a funcionar no início do mês, mas já na primeira manhã de cobrança, houve confusão. Alguns motoristas tiveram dúvidas sobre como funciona o sistema de venda de ticket por aplicativo e outros reclamavam dos preços.

Por conta disso, a prefeitura anunciou algumas mudanças. Confira abaixo como era e como ficou.

Por enquanto, apenas os motociclistas não precisam pagar pelo ticket, a cobrança para eles começa em 2020. Mas estacionar só está permitido em locais específicos da rua.

Quem deixar a moto em um local indicado para carro pode receber uma multa de aproximadamente R$ 195 e cinco pontos na carteira.

O mesmo acontece com aquele motorista que deixar o carro sem comprar o ticket, só que este, antes de ser multado, tem a chance de pagar por um cartão pós-pago, ou seja, depois de utilizar a vaga, no valor de R$ 40, antes de ser multado.

Uma das justificativas para criação da Área Azul era de liberar mais vagas no centro da cidade para aquecer o comércio.

A Área Azul funciona em mil vagas em 17 ruas da cidade, de segunda a sexta feira, das 8h às 18h e aos sábados das 8h às 13h. A hora custa R$ 2.

Fonte: G1

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.