Padrasto passa mão em enteada e confessa crime pelo zap

No local, a mãe da adolescente, que tem 13 anos, disse que a filha dormia no quarto quando o padrasto dela entrou, levantou o short da garota e passou a mão no órgão genital dela.
13/03/2018 06:03 Policial
Foto ilustrativa
Foto ilustrativa

Um açougueiro de 30 anos foi preso nesta segunda-feira (12), em Araçatuba, por estupro de vulnerável, acusado de passar a mão nas partes íntimas da enteada. Ele mesmo teria comunicado o crime à mãe da vítima, por meio do aplicativo Whatsapp.

O caso aconteceu durante a madrugada. Policiais militares foram acionados por volta das 7h30 a comparecer na casa onde reside a família. No local, a mãe da adolescente, que tem 13 anos, disse que a filha dormia no quarto quando o padrasto dela entrou, levantou o short da garota e passou a mão no órgão genital dela. O homem ainda teria utilizado a lanterna do celular para iluminar o corpo da menina.

CONFISSÃO
A mãe da garota contou que o acusado confessou o crime por meio de mensagem pelo aplicativo do celular, alegando que havia cometido um erro.

A adolescente foi levada até a delegacia, confirmou o crime e revelou que o padrasto teve a mesma atitude cerca de três meses atrás, mas, na ocasião, ela não contou nada a ninguém.

Ouvido na delegacia, o açougueiro negou o crime e disse que jamais tomaria tal atitude. Diante do depoimento da vítima, ele foi preso em flagrante por estupro de vulnerável e teve o aparelho de celular apreendido para perícia.



(Lázaro Jr – Folha da Região)

Fonte: General Salgado

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.