Operação da Polícia Civil contra gangues prende suspeitos de matar frentista em bar

Cinco mandados de prisão e outros cinco de busca domiciliar foram cumpridos em Andradina.. Roberto Taveira foi morto por engano com tiro no peito.
15/04/2018 06:19 Policial
Suspeitos de atirar contra o frentista Roberto Taveira foram presos durante operação da Polícia Civil em Andradina (SP) (Foto: Reprodução/Facebook)
Suspeitos de atirar contra o frentista Roberto Taveira foram presos durante operação da Polícia Civil em Andradina (SP) (Foto: Reprodução/Facebook)

A Polícia Civil está realizando uma operação contra gangues que atuam em Andradina (SP), na manhã deste sábado (14).

De acordo com as informações da polícia, foram cumpridos cinco mandados de prisão e outros cinco de busca domiciliar.

Dentre os presos está a dupla suspeita de matar o frentista que comprava um refrigerante em um bar da cidade, na noite da última segunda-feira (9).

Roberto Taveira, de 46 anos, morreu ao ser atingido por um tiro na região do peito. Ainda segundo a polícia, a suspeita é que a intenção dos criminosos era atingir um jovem que estava no local, mas os disparos acertaram a pessoa errada.

A Polícia Civil também investiga se uma tentativa de homicídio registrada na noite de sexta-feira (13) também esteja relacionada à guerra das gangues que agem na cidade.

No crime, um jovem de 20 anos foi baleado no braço quando chegava em casa. Ele contou à polícia que uma dupla armada se aproximou e atirou seis vezes, no entanto, apenas um projétil atingiu a vítima, que foi socorrida e encaminhada ao pronto-socorro de Andradina.

Todas as pessoas presas durante a operação serão levadas para a cadeia de Lavínia, onde ficarão detidas por pelo menos 30 dias.

Fonte: G1 Rio Preto e Araçatuba / G1

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.