Salgadense, ex-jogador Negão é um dos maiores ídolos do América

28/04/2018 10:11 General Salgado
Salgadense, ex-jogador Negão é um dos maiores ídolos do América
Salgadense, ex-jogador Negão é um dos maiores ídolos do América

 

Capitão durante 10 anos e autor do milésimo gol da história de um dos mais tradicionais clubes do interior de São Paulo. Este é Carlos José de Oliveira, o Negão, nascido em General Salgado, em 1969, e eterno ídolo do América Futebol Clube de São José do Rio Preto.

Volante de raça e obediência tática, Negão é reconhecido como um ‘marcador implacável’, conforme é citado no próprio site oficial do América de Rio Preto. É o símbolo de um clube que tinha presença constante na Primeira Divisão do Campeonato Paulista entre os anos 80 e 90.

O início foi no futebol amador como meia-direita do Salgadense. Em 1985, o Matsubara, do Paraná, fez um amistoso em General Salgado e se interessou pelo futebol da jovem promessa. Entretanto, a saudade fez ‘Carlinhos’, como era chamado na época, retornar para casa após a disputa da Taça São Paulo Infantil pelo clube paranaense.

No ano seguinte, surgiria uma nova oportunidade, desta vez, a uma distância de apenas cerca de 36 quilômetros de casa. Pelo Paulista de Nhandeara, disputaria a Terceira Divisão do Estadual. A estreia não poderia ter sido melhor: dois gols na vitória por 2 a 0 sobre o Olímpia, em amistoso disputado no Estádio José Bernardelli.

América

A história no América começa com o lateral rio-pretense Mancha, seu companheiro de equipe no Paulista de Nhandeara. Ele indicou o colega ao então diretor das categorias de base do clube rio-pretense, Pedro Favarine, e ao treinador Benedicto Ambrózio. Dessa forma, em 1987, Negão foi comprado para a disputa do Campeonato Paulista de Juniores. O salgadense ainda participaria da grande campanha do time alvirrubro na Copa São Paulo de Futebol Júnior de 1988, que terminou com o vice-campeonato, após derrota para o Nacional-SP na decisão.  

 

A estreia pelo time profissional do América veio em 1989, na vitória por 2 a 0 sobre o XV de Piracicaba. O futebol era tão promissor que ele acabou sendo chamado para defender a Seleção Paulista de Juniores (Sub 20) em vários amistosos no Japão.

Desde a estreia, embora houvesse constantes entradas e saídas de treinadores, conforme ‘manda’ a cultura do futebol brasileiro, algo era intocável no América: a titularidade de Negão. A partir disso, foram 10 anos defendendo as mesmas cores, uma prática incomum no cenário atual do futebol nacional.

Porém, esta lealdade às cores vermelha e branca ainda seria premiada. Em seu sexto ano entre os profissionais, em 1994, um forte chute de fora da área no Estádio Décio Vitta, em Americana, aos 26 minutos do segundo tempo não significava simplesmente o empate por 1 a 1 contra o Rio Branco. Aquele era o milésimo gol do América em todas as edições da elite do Campeonato Paulista.

A despedida dos gramados viria dois anos mais tarde. No dia 24 de março de 1996, Negão ‘pendurou as chuteiras’ num clássico regional contra o Araçatuba, em vitória por 2 a 0 no Estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto, pelo primeiro turno do Paulistão.

E não foi apenas no Teixeirão ou por outros estádios do interior que Negão teve seus dias de glória. Em 1990, o raçudo volante alvirrubro fez um gol num dos palcos mais famosos do futebol brasileiro: o antigo Palestra Itália, no empate por 1 a 1 com o Palmeiras, pelo campeonato estadual daquele ano.

Diretor de Esportes

O esporte ainda permanece nas veias de Carlos José de Oliveira. Há 19 anos, Negão é diretor de esportes do município de General Salgado e atualmente, também é o responsável pela gestão da Escolinha Nota 10, que visa a revelação de novos jogadores.

Salgadense de nascimento, Negão também se orgulha por ter recebido o título de cidadão rio-pretense.

Fonte: Pô Auriflama/João Vasconcelos Neto

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.