Escolas de General Salgado adotam reconhecimento facial para controle de frequência de alunos

Conforme o prefeito Leandro Rogério de Oliveira (PL), a produtividade em sala de aula também aumenta, já que o tempo com as chamadas em cada início de aula é economizado.
17/06/2019 05:23 General Salgado
ENTRADA A chegada do aluno é comunicada eletronicamente aos pais, à direção, aos professores e às merendeiras/ Divulgação
ENTRADA A chegada do aluno é comunicada eletronicamente aos pais, à direção, aos professores e às merendeiras/ Divulgação

A tradicional chamada no início das aulas para confirmar a presença dos alunos já não existe mais nas cinco escolas da rede municipal de ensino de General Salgado (SP),  Ela foi substituída pela tecnologia de reconhecimento facial para controlar a frequência dos 1,3 mil estudantes das unidades de ensino infantil, básico e fundamental do município.

O programa, que está em funcionamento há 30 dias, custou R$ 80 mil à Prefeitura da cidade, e é a primeira da região a implantar o sistema em toda a rede de ensino.

Por meio de um aparelho de biometria, o aluno cadastra a sua face e, sempre que chega à escola, passa o rosto na máquina, procedimento que dura de dois a três segundos.

A chegada do aluno é comunicada eletronicamente aos pais, à direção da escola, aos professores e às merendeiras da cozinha-piloto, por meio de um aplicativo de celular.

“Nós ficamos mais tranquilos, porque podemos monitorar se nossos filhos estão mesmo em sala de aula”, afirma a mãe Poliana dos Reis Inocêncio.
Além de controlar a frequência dos alunos, a tecnologia auxilia na gestão escolar. A merenda é preparada de acordo com o número de estudantes presentes na escola, evitando o desperdício.

Conforme o prefeito Leandro Rogério de Oliveira (PL), a produtividade em sala de aula também aumenta, já que o tempo com as chamadas em cada início de aula é economizado.

“Dependendo do número de aulas, eram feitas até cinco chamadas por dia, tomando pelo menos dez minutos da aula. Agora, esse tempo é melhor aproveitado pelo professor para o ensino dos alunos”, afirma o prefeito.

CONSELHO TUTELAR

Em 15 dias, o sistema será interligado ao Conselho Tutelar, que será avisado se o aluno faltar cinco vezes à escola. Com isso, os conselheiros irão à casa do estudante para ver o que está ocorrendo, o que deverá ajudar a diminuir a evasão escolar.

Outra vantagem da tecnologia é que os pais poderão consultar as notas dos seus filhos por meio do aplicativo, acompanhando o seu desempenho escolar. A diretoria e secretaria das escolas também podem agendar as reuniões de pais por meio do sistema.

O prefeito contou que conheceu o programa em um seminário realizado em Campos do Jordão em 2015. “Fiquei encantado. Como fui reeleito, tive condições de implantar agora nas escolas”, relatou.

Para a mãe Laisa Torrezan, a tecnologia ajuda muito na comunicação dos pais com a escola. “O mundo digital está ativo em nossas vidas e este é mais um benefício que ele nos traz”.

A aluna Vitória Dias Garcia aprovou o ponto de identificação facial. “É um avanço muito grande para a escola”, afirmou.

Regional Press, Araçatuba

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.