Acusado de matar médico em General Salgado é condenado a 34 anos de prisão

Outro acusado foi condenado a 19 anos de prisão. Médico Hedilon Basílio Silveira Júnior foi morto a tiros na sede da fazenda que ele arrendava em 2013.
30/04/2018 17:08 General Salgado
Acusado de matar dr. Hedilon em General Salgado é condenado a 34 anos de prisão
Acusado de matar dr. Hedilon em General Salgado é condenado a 34 anos de prisão

A Justiça condenou a 34 anos de prisão um dos acusados do assassinato de um médico oftalmologista em 2013 em General Salgado (SP). O outro acusado foi condenado a 19 anos e sete meses.

O julgamento terminou na noite desta quarta-feira (25). O advogado de defesa de um dos reús disse que cabe recurso na decisão.

"Nós, os advogados de defesa dos réus, vamos recorrer da decisão. Nós vamos tentar reduzir a pena, mas por enquanto não há nenhuma previsão para um novo julgamento", afirma o advogado Fernando Lucas Furlan.

Os dois devem cumprir pena em regime fechado. O médico Hedilon Basílio Silveira Júnior foi morto a tiros na sede da fazenda que ele arrendava. Depois dos tiros, o corpo dele foi colocado numa caminhonete.

Os criminosos também fizeram outras pessoas que estavam na fazenda reféns. Uma delas conseguiu escapar e avisar a polícia.

O motivo do crime, segundo a polícia, seria uma dívida do arrendamento da propriedade. De acordo com o promotor que cuida do caso, os mandantes do crime ainda não foram julgados.

Fonte: Por G1 Rio Preto e Araçatuba

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.