Dólar fecha em queda, negociado a R$ 3,86

15/04/2019 17:10 Economia

O dólar fechou em queda nesta segunda-feira (15). Investidores ainda estão cautelosos com a discussão da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, e eventuais desdobramentos da intervenção do governo na Petrobras.

A moeda norte-americana caiu 0,51%, negociada a R$ 3,8686 para venda. Na mínima do dia, foi a R$ 3,8596 e, na máxima, o dólar alcançou R$ 3,8904.

Clima de cautela

Na sexta-feira, o presidente da CCJ, Felipe Francischini (PSL-PR), afirmou que a reforma será o primeiro item da pauta da comissão desta semana, seguida da proposta que torna o Orçamento mais impositivo. Francischini reiterou que a intenção é votar a admissibilidade da proposta na CCJ nesta semana, mas afirmou que é difícil prever prazos.

"Segue no radar a iminente votação do parecer favorável à admissibilidade da PEC da nova previdência na CCJ da Câmara nesta semana, 'passo' que está dando calafrios inesperados ao mercado em meio à resistência do chamado 'centrão' e partidos de oposição", disse a operadora H.Commcor em nota.

Ainda na esteira do imbróglio de sexta-feira envolvendo o governo e a política de preços da Petrobras, o mercado teve no radar reuniões entre membros do governo, inclusive o ministro da Economia, Paulo Guedes, para tratar do tema.

Na sexta-feira, o dólar chegou a R$ 3,9073 na máxima da sessão, depois que o presidente Jair Bolsonaro admitiu ter ligado para o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, levando a estatal a recuar no reajuste que já havia sido anunciado, e ter dito que terá de ser convencido sobre o reajuste em uma reunião que convocou para terça-feira.

Prevaleceu um clima de cautela com o episódio da Petrobras, movido pela percepção de que a intervenção pode ter colocado o governo em uma posição mais complicada no lado político, o que alimenta temores sobre impacto na aprovação da Previdência.

Fonte: G1

COMENTÁRIOS

Usando sua conta do Facebook para comentar, você estará sujeito aos termos de uso e politicas de privacidade do Facebook. Seu nome no Facebook, Foto e outras informações pessoais que você deixou como públicas, irão aparecer no seu comentário e poderão ser usadas nas plataformas do General Salgado News.